Fones de ouvido Phillips TAUE101WT - unboxing e primeiras impressões


Olá pessoal! Recentemente adquiri os fones de ouvido com fio intra-auriculares da Philips: o modelo TAUE101WT, com conexão de 3,5 milímetros (a famosa entrada P2) e gostaria de falar um pouco a respeito do que estou achando desse fone em relação à qualidade sonora, acabamento e custo-benefício que ele entrega, além de deixar algumas das minhas impressões para ajudar as pessoas que, assim como eu, ainda estão ou estiveram interessadas em adquirir esses fones de ouvido com fio que é conhecido por entregar boa captação e qualidade sonora, mas sem custar muito. Vamos lá?


Introdução

Bem, tudo começou quando eu estava em busca de um fone de ouvido convencional, isto é, com cabo e que suportasse a conexão P2, que não custasse um absurdo de caro e que entregasse boa qualidade sonora, principalmente na captação de som, algo muito útil para gravação de voz e videochamadas, e confesso que hoje em dia existem tantas, mas tantas opções de fones de ouvido que realmente é muito difícil escolher um modelo desse tipo, principalmente quando levamos em consideração o custo benefício que ele entrega, sendo que é muito fácil encontrarmos fones Bluetooth da Lenovo por 30 ou 40 reais, por exemplo. Mas vamos deixar esse assunto para depois e vamos falar um pouco mais dos fones em si.


Conteúdo da caixa

O Philips TAUE101WT é um fone de ouvido intra-auricular, daqueles que não utilizam borrachinhas, bastante simples, então é comum não vir muita coisa nessa categoria de produto. Nesse caso a caixa não acompanha absolutamente nada além dos próprios fones e um grampo para prendê-lo na roupa.


Características

O TAUE101WT série 1000 é um dos fones intra-auriculares desse tipo mais baratos da marca que conseguem entregar uma experiência sonora acima da média. Apesar de bastante básicos, eles são conhecidos pela comunidade por ter boa qualidade sonora e captação de áudio satisfatória dentro da sua faixa de preço, permitindo um bom uso durante as ligações, mesmo sem possuir captação de áudio estéreo e omnidirecional. Ele está disponível nas cores branco (TAUE101WT) e preto (TAUE101BK) e as principais especificações técnicas incluem:

  • Marca: Philips
  • Modelo: TAUE101WT (branco)
  • Tipo: Intra-auricular
  • Conexão: 3,5 milímetros (P2)
  • Impedância: 32 Ohm
  • Drivers: 14,2 milímetros
  • Resposta em frequência: 20 a 20.000 Hz
  • Potência de entrada: 5 mW
  • sensibilidade do microfone: 106 dB
  • Comprimento do cabo: 1.2 metros
  • Faixa de preço: R$30 a R$40 reais

Seu acabamento basicamente é composto por plástico na região dos fones e borracha nos cabos, que são de formato cilíndrico, com um detalhe positivo para o cabo que une o conector P2 por possuir espessura maior do que o comum, transmitindo uma sensação de resistência acima da média. Seu design lembra bastante os fones da Apple, os EarPods.


Na região do microfone existe um pequeno botão que pode ser útil para atender/encerrar chamadas telefônicas, além de pausar e dar play em reprodutores de música. Ele funciona bem em Smartphones, porém em meus testes infelizmente ele não funciona em computadores, pelo menos em Sistemas Operacionais Windows.


Primeiras impressões

Depois de utilizá-lo durante o dia ouvindo tudo quanto é tipo de música, que foi do rock/indie até a música eletrônica, e gravar alguns trechos de áudio em gravadores de som e no WhatsApp, eu consegui ter uma certa percepção da qualidade sonora que este produto entrega. Em todos os testes eu fiz questão de não realizar quaisquer ajustes finos de som e tampouco habilitar equalizadores, pois eu queria descobrir qual é o potencial natural que ele é capaz de entregar. E confesso que fiquei bastante surpreso com os resultados.

O som é bastante limpo. Quer dizer, não é tão cristalino quanto os fones da AKG ou da JBL ou mesmo da Beats Audio (seria muito injusto da minha parte), mas para os fones de ouvido que custam menos de 40 reais, certamente este entrega uma das melhores experiências sonoras. Para termos uma comparação não muito injusta, eu repeti os mesmos testes com os fones de ouvido Bluetooth JBL Tune 215BT. Eu resolvi compará-los por dois motivos: primeiro porque eram os únicos que eu tinha em mãos e porque eles possuem o mesmo design de encaixe.

JBL Tune 215BT (esquerda) e Philips TAUE101WT (direita)

Por falar em encaixe, esse foi um ótimo ponto positivo. Pelo menos comigo os fones da Philips encaixaram confortavelmente bem, melhor inclusive que os fones da JBL. Já na questão da qualidade sonora, realmente dá para sentir a diferença entre eles. Os fones da JBL, apesar de possuírem drivers dinâmicos menores (12,5 milímetros) que os da Philips (14,2 milímetros), ainda sim eles conseguem trazer um som mais encorpado, cristalino e com mais graves que os da Philips graças à tecnologia PureBass e a sintonização by Harmann. 

Mesmo assim o TAUE101WT não faz feio, não. Na minha opinião ele entrega uma qualidade que está muito acima dos fones de ouvido "baratinhos" que encontramos na Shopee e um pouco abaixo dos fones da Apple ou da AKG por exemplo. Mas em uma coisa ele se destaca bastante: o microfone dele é bom! Sim, se colocarmos o JBL Tune lado a lado, não há comparação. O microfone do TAUE101WT é muito superior, capaz de captar a voz sem muito esforço de forma limpa e com baixo ruído na maioria das situações, mesmo sem trazer nenhuma tecnologia como o cancelamento de ruído, captação omnidirecional ou mesmo gravação estéreo. Então apesar de a captação não ser perfeita, não há o que reclamar.


Conclusão

O Phillips TAUE101WT é o típico fone de ouvido básico que não há muito o que oferecer, mas quase tudo que oferece funciona bem. Confesso que fiquei surpreso com a ergonomia que esses fones de ouvido proporcionam, mesmo sendo totalmente em plástico. Sinto mais confortável utilizando eles do que os JBL Tune 215BT, que custaram quase quatro vezes mais. Talvez uma coisa que eu senti falta foi de um cabo mais comprido e de mais controles de reprodução, como aumentar e diminuir o volume. Fora isso é muito difícil citar mais pontos negativos, pois sempre entramos na questão do preço. Convenhamos, é muito difícil exigir tanto de fones de ouvido que normalmente custam pouco mais de 30 reais

Para quem procura um fone de ouvido barato, com fio e que faça questão dele possuir esse design menos invasivo, sem uso de borrachinhas, o Phillips TAUE série 1000 pode ser uma opção muito interessante. Mas tenha em mente que, assim como a maioria dos fones que possuem esse formato, o isolamento acústico não é tão bom e portanto o som será limpo e agradável, porém sem graves intensos, mas nada que um PowerAmp Equalizer não resolva (aliás, recomendo fortemente instalá-lo, assim você descobrirá do que esses foninhos são capazes!).

E é isso é isso pessoal! Essas foram as minhas primeiras impressões depois de utilizar esses fones BBB (bom, bonito e barato) da Philips durante alguns dias. Espero que tenha ajudado de alguma forma a escolher o seu próximo fone de ouvido.

Mas se você já possui eles, conte para nós o que está achando deles aqui nos comentários.

Até a próxima!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como corrigir o problema da biometria no Samsung Galaxy A30 e derivados

iPhone 6S em 2021: ainda vale a pena?

Como instalar aplicativos incompatíveis no iPhone 4, 5, iPad 3 e similares

Como obter as imagens em destaque da tela de bloqueio do Windows 10

Como transformar o cartão SD em memória interna

Como recolocar uma película de Smartphone/Tablet sem deixar resíduos

Como obter o Packet Tracer gratuitamente

Melhores Apps para Escrita

Como instalar o Chrome OS Flex no PC

Como fazer dual boot com o Zorin OS 16