Destaques

Mancer Twilight - unboxing e primeiras impressões

Imagem
Já faz algum tempo que eu estava atrás de novos fones de ouvido, e foi quando comecei a pensar na possibilidade de adquirir um headphone ao invés de fones de ouvido auriculares ou mesmo TWS. Porém, como não sou um usuário muito exigente, não estava disposto a gastar muito com isso, tendo em vista que existem headphones realmente caros por aí. Foi então que eu considerei a possibilidade de adquirir os fones de ouvido da Mancer, modelo Twilight, que se posiciona como um dos modelos mais baratos da marca. Pois bem, eu adquiri e gostaria de deixar minhas impressões a respeito desse headphone baratinho com cabo e RGB. Introdução Como dito anteriormente, o Mancer Twilight é o headphone com cabo (sim, ele não é Bluetooth) mais barato da marca. Você pode encontrá-lo na Shopee, Amazon ou mesmo no Mercado Livre. Esse modelo eu adquiri na loja da Pichau com uma promoção bastante interessante. Ele é um headphone feito inteiramente em plástico, com cabo e um LED RGB em ambos os lados, além de um mi

Como publicar um projeto em React Native na Play Store


Olá pessoal! Depois de várias semanas, meses ou mesmo anos desenvolvendo e testando o novo aplicativo, finalmente chega o momento de publicá-lo na PlayStore! Quem utiliza o Expo CLI para o desenvolvimento em React Native consegue se beneficiar das muitas facilidades que ele proporciona durante o processo de publicação, sendo uma alternativa excelente para quem, assim como eu, está começando. Mas e no React Native CLI, como fazemos para gerar o famoso APK e o AAB para publicar na PlayStore ou em qualquer outra loja compatível? É isso que eu gostaria de mostrar a vocês, pois apesar de não ser tão simples como no Expo, ainda sim é menos difícil do que parece. Vamos lá?



Primeiro passo

A primeira coisa a se fazer é criar uma chave privada. Para isso, podemos utilizar a ferramenta Keytool, disponível no próprio Java Development Kit (JDK). Então acessamos a pasta raíz do projeto, navegamos até a pasta Android/app e abrimos um terminal que aponte para este diretório:


Em seguida, executamos o código abaixo:

keytool -genkeypair -v -storetype PKCS12 -keystore my-upload-key.keystore -alias my-key-alias -keyalg RSA -keysize 2048 -validity 10000

Este comando gera uma chave privada dentro do diretório "NomeDoProjeto/android/app" chamada my-upload-key.keystore, com alias my-key-alias, criptografia RSA de 2048 bits e é válida por até 10 mil dias (aproximadamente 27 anos).


Segundo passo

Com a chave gerada no devido local, agora precisamos editar o arquivo gradle.properties, localizado em "NomeDoProjeto"/android. Então adicionamos as linhas a seguir ao final do arquivo:

MYAPP_UPLOAD_STORE_FILE=my-upload-key.keystore

MYAPP_UPLOAD_KEY_ALIAS=my-key-alias

MYAPP_UPLOAD_STORE_PASSWORD=*****

MYAPP_UPLOAD_KEY_PASSWORD=*****

onde em MYAPP_UPLOAD_STORE_PASSWORD e MYAPP_UPLOAD_KEY_PASSWORD substituímos os asteriscos pela senha da área de armazenamento de chaves definida:



Terceiro Passo

Em seguida, precisamos adicionar as configurações de assinatura. Para isso, acessamos o arquivo build.gradle, localizado em "NomeDoProjeto"/android/app/ e buscamos pelas linhas abaixo:

Arquivo build.gradle antes da modificação

Essas linhas (signingConfigs e buildTypes) normalmente estão dentro de Android {...}. Então substituímos elas da seguinte forma:

 android {
...
defaultConfig { ... }
signingConfigs {
release {
if (project.hasProperty('MYAPP_UPLOAD_STORE_FILE')) {
storeFile file(MYAPP_UPLOAD_STORE_FILE)
storePassword MYAPP_UPLOAD_STORE_PASSWORD
keyAlias MYAPP_UPLOAD_KEY_ALIAS
keyPassword MYAPP_UPLOAD_KEY_PASSWORD
}
}
}
buildTypes {
release {
...
signingConfig signingConfigs.release
}
}
}

Em signingConfigs, podemos substituir a chave debug pela chave release e tudo que a contém. Já em buildTypes, simplesmente adicionamos a linha signingConfig signingConfigs.release. Por fim, teremos algo desse tipo:

Arquivo build.gradle após a modificação


Quarto Passo

Basicamente chegamos ao fim do processo. Agora já temos condições de gerar os nossos arquivos APK e AAB. Para isso, dentro do terminal, navegamos para a pasta android novamente e executamos os comandos abaixo:

Gerando o AAB

Em sistemas Windows:

gradlew bundleRelease

Em sistemas Linux e MacOS:

./gradlew bundleRelease

Gerando o APK

Em sistemas Windows:

gradlew assembleRelease

Em sistemas Linux e MacOS:

./gradlew assembleRelease


Geralmente o processo é demorado, a depender das especificações de Hardware da máquina e do nível de complexidade do projeto. Portanto seja paciente, prepare um café e cruze os dedos para que tudo dê certo! Os artefatos gerados ficarão disponíveis em:

"NomeDoProjeto"/android/app/build/outputs/bundle/release para o arquivo AAB gerado (app-release.aab).

"NomeDoProjeto"/android/app/build/outputs/apk/release para o APK gerado (app-release.apk).

Se tudo correu bem até aqui, meus parabéns! Agora é possível publicar seu aplicativo na PlayStore.

Espero que eu tenha ajudado e até a próxima!


Fonte: React Native.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como corrigir o problema da biometria no Samsung Galaxy A30 e derivados

Como transmitir o áudio do PC para o Smartphone Android

Como instalar aplicativos incompatíveis no iPhone 4, 5, iPad 3 e similares