Framework apresenta laptop modular ao estilo DIY


Já faz algum tempo que a Google apresentou o conceito de smartphones modulares, onde seria possível fazer upgrade ou simplesmente trocar os componentes do smartphone como processador, câmeras ou tela por exemplo. Tal conceito recebeu o nome de Project Ara e devido a algumas limitações de projeto e viabilidade infelizmente não "vingou", pelo menos por enquanto. Com a formentação do termo Right to Repair, proposta a qual forneceria os meios práticos para os proprietários de equipamentos consertarem seus dispositivos, pode ser que os dispositivos modulares ganhem maior destaque nos próximos anos.

Dessa vez chegou o momento dos laptops modulares, e a empresa Framework deu o pontapé inicial com o lançamento de um notebook modular ao estilo DIY (Do It Yourself), onde assim como nos Smartphones modulares, seria possível trocar componentes como memórias, SSD, portas USB, HDMI e Display Port, placas de rede Wi-Fi, caixas de som, teclado e touchpad, bateria, tela e até mesmo processador e placa mãe.


Haverão duas versões: a primeira é apenas chamada de Framework laptop e a segunda de DIY Edition. A versão Framework laptop é composta pelo notebook montado e pronto para uso, com a configuração desejada e a mesma modularidade da versão DIY, possibilitando a realização dos mesmos upgrades com o uso de apenas uma chave fornecida pelo fabricante. Ele está disponível em três configurações: Base, que é a versão de entrada, Performance e Professional, que é a versão mais potente entre as três. As principais especificações técnicas incluem:

  • Processador: Opções com Intel Core i5 1135G7, i7 1165G7 ou i7 1185G7 
  • Placa de vídeo: Intel Iris Xe Graphics integrada
  • Memória: Opções de 8, 16 ou 32GB DDR4 3200
  • Armazenamento: Opções de 256GB a 1TB de SSD NVMe
  • Conectividade: Wi-Fi 6 e Bluetooth 5.2
  • Tela: 13.5 polegadas FullHD+ com proporção 3:2 e brilho de 400nits
  • Bateria: LiPo de 55Wh
  • Sistema Operacional: Microsoft Windows 10 Home ou Pro
  • Dimensões: 15.85mm x 296.63mm x 228.98mm e 1.3 quilos

Além disso, o laptop também possui leitor biométrico, Webcam de alta definição, teclado retro iluminado, saída de som de 3,5mm e quatro slots de expansão, que são uma espécie de portas externas onde o usuário poderá trocar por módulos de expansão com as portas e conexões desejadas.



Já a versão DIY segue ao propósito do faça você mesmo.  Enquanto que na versão Framework laptop e possível escolher dentre três configurações, a versão DIY permite você escolher uma ampla gama de opções, como processador, memória, armazenamento, placa de rede, adaptador de energia, teclado, sistema operacional e módulos de expansão. Como forma de encorajar o usuário a colocar a mão na massa, a fabricante também adicionou códigos QR nos componentes que informam as instruções de montagem de cada um. 


O laptop da Framework estará disponível em duas versões com preços a partir de 749 dólares na versão DIY e 999 dólares na versão "montada", respectivamente, com garantia de até 1 ano e 30 dias para devolução. Infelizmente as pré-vendas ainda não estão disponíveis no Brasil.


Fonte: Framework.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como corrigir o problema da biometria no Samsung Galaxy A30 e derivados

Como instalar aplicativos incompatíveis no iPhone 4, 5, iPad 3 e similares

iPhone 6S em 2021: ainda vale a pena?

Como obter as imagens em destaque da tela de bloqueio do Windows 10

Como transformar o cartão SD em memória interna

Como recolocar uma película de Smartphone/Tablet sem deixar resíduos

Como obter o Packet Tracer gratuitamente

Como instalar o Chrome OS Flex no PC

Como fazer dual boot com o Zorin OS 16

Melhores Apps para Escrita