Wi-fi Alliance lança novo padrão de conexão

A Wi-fi Alliance, uma organização sem fins lucrativos que promove e certifica tecnologias e produtos Wi-fi, acabou de lançar o mais novo padrão de conexão sem fio: o Wi-fi 6. Em sua sexta geração, o novo padrão utiliza o protocolo IEEE 802.11ax e promete maior segurança, estabilidade, alcance e desempenho ao usufruir das vantagens e melhorias que puderam ser exploradas no padrão anterior (IEEE 802.11ac).

Nesta nova geração, teremos um aumento considerável na velocidade de transferência de dados que passou de 3.5Gbps para 9,6Gbps. Ele também suportará um número maior de dispositivos conectados aos Access Points certificados, menor consumo de energia, além de fornecer melhor desempenho para aplicações multimídia em 4K ou 8K, Internet das Coisas (IoT), entre outras. Outra característica que será mantida é a questão da retrocompatibilidade, ou seja, os novos dispositivos certificados serão compatíveis com os padrões anteriores. Na questão de segurança, o novo padrão suportará o protocolo WPA3, oferecendo ainda uma camada de proteção contra ataques de força bruta.

A evolução do protocolo
  • Wi-fi 802.11a - Primeira geração
  • Wi-fi 802.11b - Segunda geração
  • Wi-fi 802.11g - Terceira geração
  • Wi-fi 4: (802.11n) - Quarta geração
  • Wi-fi 5: (802.11ac) - Quinta geração
  • Wi-fi 6: (802.11ax) - Sexta geração


Alguns dispositivos já foram lançados com a nova tecnologia. Com capacidade para até 50 conexões simultâneas e taxas de transferência de até 5Gbps, a Broadcom foi a pioneira a apostar na novidade anunciando os primeiros chips compatíveis ainda no ano passado. Em seguida a Intel lançou seu primeiro chip Wi-fi 6 ainda em Janeiro deste ano com suporte para até 256 dispositivos simultâneos e taxas de até 2Gbps. Outros fabricantes como a D-Link, TP-Link e Asus já anunciaram novos roteadores compatíveis.

Já no segmento mobile, o Samsung Galaxy Note 10 será o primeiro Smartphone a receber oficialmente a nova certificação Wi-Fi CERTIFIED 6 ™. Será uma questão de tempo até surgirem novos aparelhos com tal tecnologia, como é o caso da nova geração de notebooks, tablets, SmartTV entre outros.

Fonte: Cisco e Hardware.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como controlar as músicas do Spotify com a Mi Band 2/3

Como corrigir problemas de conexão Wi-fi no Manjaro Linux ou Fedora

Como controlar a câmera com a MiBand 3/4