Os 5 primeiros problemas do Galaxy S4 mais comuns encontrados - Dicas da Net

Dicas da Net

Tudo sobre o Mundo da Tecnologia.

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Os 5 primeiros problemas do Galaxy S4 mais comuns encontrados

O Galaxy S4 não é aprova de problemas, usuários já vem encontrando diversas dificuldades, como falha no processamento, esquentando e rastro na tela do display.

As Notícias já trazem relatos de usuários que compraram o Galaxy S4 vem encontrando alguns defeitos e já começa a aparecer com mais frequência na internet.

problemas com galaxy s4

Um dos problemas encontrando no smartphone é O “Life Companion” tem apresentado problemas de aquecimento e de rastros na tela, pouca eficiência na capacidade energética do processador e no espaço de armazenamento na memória interna, além de mostrar falhas na captação de luz pela lente da câmera principal.

Vejas as reclamações mais constantes usuários do Galaxy S4 colocando o super celular da Samsung aprova

1. Superaquecimento (esquentando de mais)

Todos sabem que um dos maiores problemas de equipamentos eletrônicos são o superaquecimento e o  Galaxy S4 nas mãos parece que irá fritar um ovo (relato de alguns compradores), e claro que você que gastou o valor de R$ 1.800 a R$ 2.600 quer um aparelho perfeito, pois eu também queria. Várias reclamações de pessoas vem dizendo que o aparelho aquece muito quando executa aplicações que exigem um pouco mais de processamento, isso já era de esperar, pois sabemos que o processador influencia e muito na temperatura do hardware e no caso o S4 ele é quad Core (4 núcleos) ou Octacore com 8 núcleos. Há relatos de que o modelo chegou a 50 ºC, temperatura que impossibilita de segurar o celular na mão ou encostá-lo no rosto durante uma chamada.

O modelo parece aquecer mais conforme as atividades exigem mais do aparelho. Um comprador verificou que seu celular ligado em modo de espera variava em torno de 27 ºC. Ao verificar email e navegar na internet, a temperatura subiu para 35 ºC. Quando ligou jogos, que utilizam um maior processamento gráfico, o smartphone chegou a 40 ºC.

 

O superaquecimento coincide também com o rápido consumo de bateria. Entre as possibilidades para controlar o aumento de temperatura e reduzir o gasto de energia, os usuários podem desabilitar as funções de GPS e Bluetooth e diminuir o brilho da tela. Porém, essas são apenas alternativas para minimizar o problema, exigindo menos do aparelho. Por exemplo o meu Galaxy S3 só esquenta quando eu faço uso de Jogos pesados 3D por bastante tempo, e mesmo assim não chegaria a uma temperatura como essas.

2. Rastros na tela do aparelho

Alguns compradores têm também notado rastros e manchas na tela. O efeito ghost aparece especialmente em áreas escuras e acinzentadas que deixam linhas de pixels visíveis quando uma ação é realizada na tela, movimentando barras de rolagem ou acionando ícones e botões nos menus de configuração.

Em telas com fundo preto, é possível notar que ícones e imagens deixam um rastro de cor roxa quando movimentados na tela. No vídeo acima, podemos perceber também a falha na barra “connect and share”, que perde linhas e cor quando arrastada para cima e para baixo. Há ainda relatos de aparelhos que mostram uma linha vertical pixelizada no canto direito da tela, também sem explicação.

Esses problemas de processamento gráfico levam os usuários a especular se a Samsung está utilizando uma tela de menor capacidade neste modelo ou se é um problema de software, já que não havia defeitos assim nos produtos anteriores da empresa. O Galaxy S4 vem com uma tela Super AMOLED Full HD com 441ppi de densidade.

3. Octa-core não é energeticamente eficiente

Um dos grandes atrativos do novo modelo de smartphone da Samsung se referia ao seu potente processador octa-core. Porém, o especialista em núcleo de sistema AndreiLux preparou uma apresentação para mostrar por que o arranjo de octa-core da Samsung é o pior possível. O octa-core é na verdade uma combinação de processadores quad-core A15 e A7. Confira abaixo como a Samsung anuncia a capacidade de processamento dos seus chips Exynos 5 Octa.

AndreiLux, em publicação através do fórum XDA Developers, detalha o funcionamento do design de chips fabricando pela ARM. De acordo com ele, simplificando a questão, o processamento é sempre basicamente feito por quatro núcleos, já que o sistema nunca está completamente ligado. Os chips A15 são acionados para as tarefas mais pesadas, porém o uso contínuo desses chips acaba consumindo mais energia do que poderia caso o aparelho utilizasse em paralelo os chips A7 para as tarefas de menor demanda de processamento.

4. Versão de 16 GB tem metade do espaço ocupado

Outro fator que tem sido alvo de reclamações dos compradores do Galaxy S4 é a quantidade de espaço ocupado pelos arquivos de sistema e por aplicativos que não podem ser removidos do aparelho. Para o modelo de 16 GB de memória interna, o de menor armazenamento entre as opões do smartphone, sobram apenas um pouco mais de 8 GB de espaço livre para uso pessoal.

A Samsung tem respondido essas críticas dizendo que os 6,85 GB ocupados com arquivos de sistema providenciam uma experiência de maior qualidade e mais potente ao consumidor, e que esse volume de dados é apenas 1 GB maior do que o sistema-padrão do Galaxy S3. Além disso, o novo modelo apresenta memória expansível para mais 64 GB através de cartões microSD.

5. Registro ruim em ambientes de baixa luz

Apesar das incríveis qualidades e das modalidades de registro da câmera de 13 megapixels do Galaxy S4, o modelo tem apresentado dificuldade na captura de imagens em ambientes de baixa luminosidade. Em testes de comparação com aparelhos Nokia Lumia 920, HTC One e iPhone 5, o smartphone da Samsung teve desempenho inferior nesse quesito.

s4 com problemas em baixa luz

Testes em baixa luminosidade com câmeras do Galaxy S4 e do Lumia 920. A câmera do Galaxy S4 não consegue focar automaticamente em baixa luz e tem dificuldade de registrar o ambiente propriamente, isso pra mim é uma grande decepção. Por outro lado, os recursos extras da função de câmera da Samsung aprimoram bastante a experiência de fotografar com o aparelho, sem falar que, em ambientes iluminados, as fotos do Galaxy S4 são mais nítidas e brilhantes do que as dos concorrentes.

Solução alternativa:

Talvez alguma room modificada possa melhorar consideravelmente alguns desses problemas, e já está para sair Nova room modificada para o Galaxy S4

fonte: tecmundo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tire suas dúvidas, deixe um comentário!